*

FICHA TÉCNICA
  • DATA DE LANÇAMENTO
    16/11/2004 - PC
  • DESENVOLVEDORA
    Valve
  • Distribuidora
    VU Games
  • Classificação Etária
    Para maiores de 17 anos
  • Online
  • Número de Jogadores
    1-64

Counter-Strike é uma modificação para o jogo de tiro em primeira pessoa Half Life desenvolvido por uma equipe independente em meados de junho de 1999. O título introduziu uma mecânica que mesclava perfeitamente uma boa dose de realismo, mapas bem desenhados com jogabilidade extremamente ágil.

Com essa apresentação vertiginosa e excitante, praticamente arcade, logo os sons dos disparos de armas modernas como a M16, o rifle de longa distância AWP e a furiosa AK-47 estariam ecoando pelas lan-houses de todo o Brasil.

A premissa do jogo é bastante simples, duas equipes guerreiam entre si: os terroristas e os contra-terroristas. Os primeiros devem, primordialmente, instalar bombas ou manterem reféns sob as suas miras enquanto os contra-terroristas devem salvar estes últimos e desarmarem os explosivos eventualmente instalados.

Cinco anos depois foi lançado Half Life 2 portando uma nova engine, que proporcionou uma sensível melhora em termos gráficos, na física, nos efeitos de luzes e fumaça. O mesmo vale para Counter-Strike Source, incluso com esta segunda versão, desenvolvido agora pela própria Valve, após adquirir os direitos da modificação e contratar alguns dos funcionários que desenvolveram o título em 1999.

Dentre as novidades, agora os combatentes derrubam suas armas ao morrerem, deixando-as à mercê para que outros jogadores as peguem. Os controversos escudos da atualização 1.6 de Counter-Strike foram abolidos enquanto diversos mapas foram excluídos e outros foram redesenhados, não só esteticamente mas também estruturalmente.

A presença da engine física Havok permitiu que alguns objetos sejam manipulados, oferecendo diversão e algumas possibilidades estratégicas, como obstruir parcialmente um determinado caminho para atrapalhar o inimigo. Não bastando isso, os bots para os jogos offline foram bastante melhorados — agora eles falam e estão dotados de uma inteligência artificial muito mais refinada.

O game também arrebatou opiniões desfavoráveis, principalmente quanto à maior facilidade existente de que ocorram headshots (tiros mortais na cabeça). Os novatos agora contam com a sorte ao seu favor, podendo até mesmo derrotar o mais experientes dos jogadores. A presença de um sistema de preços dinâmico das armas e armaduras, onde a oferta e procura determina o valor de cada arma semanalmente, também teve lá seus críticos.

Independente disso, Counter-Strike Source injetou uma novo fôlego para um título que tem milhões de adeptos e que certamente manterá muitos servidores estimulados a propiciarem salas para horas e horas de combates entre os terroristas e os contra-terroristas.

Comentários ()