*

FICHA TÉCNICA
  • DATA DE LANÇAMENTO
    26/04/2011 - PC
  • DESENVOLVEDORA
    Maxis
  • Distribuidora
    Electronic Arts
  • Classificação Etária
    Para maiores de 13 anos
  • Online
  • Número de Jogadores
    1-4

Darkspore é um título que, por mais que apresente heranças do famoso Spore, possui uma proposta fundamentalmente oposta à do tão aclamado game de criaturas. Aqui, a jogabilidade foca uma mistura entre ação e RPG. A ideia da Maxis é fazer com que os jogadores mergulhem em um mundo personalizável de heróis e inimigos.

O enredo retrata um experimento feito pela antiga — e onipotente — raça conhecida como Crogenitors. Os curiosos seres foram responsáveis pelo surgimento de todo o DNA existente, mas o que importa é a mais recente experiência deles: um novo DNA, poderoso, mas muito instável. Um indivíduo, então, resolve misturar seu DNA com o novo componente genético e, além de ficar mais poderoso, cria um exército de monstros. O resultado é a devastação dos Crogenitors, mas há uma esperança: você.

São cinco diferentes aspectos que diferenciam as tendências de cada ser na tela. Os genesys types são os seguintes: Bio (ataques baseados em plantas e organismos), Cyber (ataques robóticos), Plasma (fogo e luz), Necro (morte e veneno) e Quantum (tempo e espaço). Quanto às classes, eis a diferenciação: Sentinel (o resistente guerreiro; combate corpo a corpo), Tempest (o frágil mago; ataques a distância) e o Raveger (o rogue; ataques furtivos).

A seguinte característica lembra bastante outros jogos da Electronic Arts: integração online. Com o Creature Editor, o jogador pode criar inimigos que, se aprovados pela maior parte dos membros da comunidade, poderão aparecer em atualizações futuras de Darkspore. Além disso, o progresso dos combatentes é armazenado em servidores online, o que torna flexível o acesso ao jogo em diferentes computadores.

Comentários ()