Há algumas gerações de video games, colocar um novo título na prateleira poderia realmente ser um esforço hercúleo. Embora os primeiros jogos desenvolvidos para consoles e computadores fossem concluídos às vezes em alguns poucos meses, a árdua tarefa de publicar e fazer com um belo novo projeto desconhecido recebesse atenção da indústria podia facilmente fazer um game designer de talento largar a coisa toda para abrir uma barraquinha de cachorro-quente. É claro... Isso foi antes do crowdsourcing.

De fato, hoje plataformas como o Kickstarter podem transformar aquela sua maluquice concebida durante um banho de 50 minutos em um jogo completo e vendável. Basta, é claro, observar alguns fatores de importância vital — conforme postado recentemente em artigo do Tecmundo: (1) um projeto deve merecer a luz do sol, (2) deve ser único e, finalmente, (3) deve existir um motivo razoável para que ele seja desenvolvido neste momento.

Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter
Naturalmente, os critérios acima valem para qualquer doideira/excentricidade que resolva apresentar um apelo organizado à boa vontade e ao crivo público... E nisso se inclui, naturalmente, a boa e velha indústria de games. A propósito, como ela anda se saindo? Será que as boas ideias têm realmente encontrado um duto de saída por meio da proposta mercadológica distinta de sites como o Kickstarter?

É provável que sim. Basta conferir a lista abaixo. Afinal, há de um tudo: desde franquias desgastadas (porém saudosas) tentando retomar os holofotes, até projetos de acessibilidade, viagens psicodélicas e uma tentativa de transformar a jogabilidade mobile em algo menos desajeitado. (Para os vários valores em dólares que aparecem ao longo do texto, vale lembrar: a cotação atual é de R$ 1,99).

CLANG

Lutas com espadas são transpostas de forma precária para a tela dos video games? Decepar o braço de um inimigo apenas apertando o gatilho do seu game pad parece algo irremediavelmente falso? Bem, então é provável que CLANG mereça a sua cooperação. Trata-se aqui do escritor de ficção (quase inclassificável) Neal Stephenson dando sua primeira cartada no universo dos games.

Basicamente, a equipe Subutai Corporation desenvolve atualmente um conjunto de ferramentas e também um game que, ao que parece, podem alterar dramaticamente a forma como os espadachins são retratados em jogos. O que dizer? De acordo com o número de doações já feitas, a coisa pode mesmo acontecer — caso resolva doar a soma de US$ 10 mil, você ainda garantirá um almoço com a equipe de desenvolvimento... Uma pechincha.

  • Meta: US$ 500 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 381,82 mil
  • Número de apoiadores: 6.648

Ringbow

O Ringbow pretende servir como  teclado, mouse e joystick para plataformas com tela sensível ao toque (smartphones e tablets). Ou, conforme a descrição oficial dos seus criadores, trata-se do “primeiro acessório para plataformas touch que pode ser vestido”. O dispositivo é baseado na tecnologia Bluetooth e deve ser encaixado no dedo indicador do usuário — de forma que o controle possa ser efetuado com o polegar.

  • Meta: US$ 100 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 72,56 mil
  • Número de apoiadores: 1.317

Dead State: The Zombie Survival RPG

Sim, Dead State é um jogo de zumbis. Não, simplesmente sair atirando em toda carne podre que cruze o seu caminho não vai resolver as coisas aqui. Na verdade, a proposta da desenvolvedora DoubleBear Productions trata mais de questões estratégicas/logísticas associadas a uma pandemia zumbi. Dessa forma, você terá que construir seu abrigo, coletar comida e desenvolver alianças com outros sobreviventes.

  • Meta: US$  150 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 224,10 mil
  • Número de apoiadores: 7.948

Double Fine Adventure

Que tal financiar o próximo game de aventura da Double Fine? Apresentações são desnecessárias, é claro — trata-se do povo que, coordenado pelo gênio de Tim Schaffer, trouxe à tona títulos como Brütal Legend e Psychonauts. Ok, o projeto não parece realmente precisar de dinheiro atualmente...

  • Meta: US$ 400 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 3,3 milhões
  • Número de apoiadores: 87.142

Wasteland 2

Fallout foi realmente o primeiro título a tratar da temática pós-apocalíptica com qualidade? Não mesmo! Lançado em 1988, Wasteland é reverenciado até hoje por uma verdadeira legião de fãs saudosos. Atualmente, os direitos sobre a franquia estão com a companhia InXile... Que pretende agora produzir uma sequência à altura da série.

  • Meta: US$ 900 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 2,9 milhões
  • Número de apoiadores: 61.290

Rock Vibe

Não parece justo que o universo das notas coloridas de Guitar Hero e Rock Band fique restrito a... Bem, a quem consegue enxergar as “notas” na tela. Eis, portanto, a proposta interessante de inclusão em Rock Vibe: um acessório para que deficientes visuais também possam mandar ver no rock ‘n’ roll. O aparato funciona com mecanismos que vibram acima de cada um dos cinco dedos.

  • Meta: US$ 16.500
  • Quantia já arrecadada: US$ 17.400 mil
  • Número de apoiadores: 115

Make Leisure Suit Larry come again!

Para quem andava sentindo a falta do degenerado Larry, eis uma boa oportunidade. O criador original do personagem pretende dar novo vigor ao celebrado Leisure Suit Larry in the Land of the Lunge Lizards, como forma de comemorar os 25 anos do game.

  • Meta: US$ 500 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 655.18
  • Número de apoiadores: 14.081

Doodle Defense

Sim, você já viu inúmeros games de Tower Defense. Mas nenhum assim. Em Doogle Defense, as suas torres precisam ser desenhadas ao longo do caminho, utilizando para isso o Kinect — dispositivo de captura de movimentos do Xbox 360.

  • Meta: US$ 1,5 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 2,34 mil
  • Número de apoiadores: 122


Trip

Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter
Trip é uma viagem psicodélica inspirada no inesquecível LSD, lançado originalmente para PlayStation. Enfim, como o nome sugere... Uma viagem — embora, ao que parece, sem qualquer tipo de implicação legal.

  • Meta: US$ 500
  • Quantia já arrecadada: US$ 2,2 mil
  • Número de apoiadores: 109
 

Crowdsourced Hardcore Tactical Shooter (Takedown)

Embora o nome não seja dos mais atraentes, Crowdsourced Hardcore Tactical Shooter é um projeto de Christian Allen — o mesmo sujeito que encabeçou projetos como Halo: Reach e Tom Clancy’s Ghost Recon. A proposta? O shooter tático que “você sempre quis jogar”.

  • Meta: US$ 200 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 221,83 mil
  • Número de apoiadores: 5.423

Monster Guru

Eis uma proposta bastante singular. Para dar algum paralelo aqui, digamos que Monster Guru é um Pokémon wannabe... Mas com algo a mais. O game aqui traz a clássica coleção de monstros ligada ao conceito de geolocalização. Em outras palavras, o mundo de jogo é modificado de acordo com a sua localização.

  • Meta: US$ 4,5 mil
  • Quantia já arrecadada: US$ 5,05 mil
  • Número de apoiadores: 316

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!