Sete de julho de 1987. Nessa data, a Konami lançou, no Japão e na Euroupa, um jogo chamado Metal Gear — na época, um título exclusivo para o computador MSX2. Era o primeiro grande game de Hideo Kojima, designer da desenvolvedora que teve a ideia genial de apostar em uma história de espionagem com um personagem heroico: Solid Snake.

Hoje, Metal Gear é considerado como uma das séries mais sólidas (com o perdão do trocadilho) de todos os tempos. A Konami anunciou recentemente o aniversário de 25 anos de Solid Snake e revelou que ao longo desse quarto de século, todos os games somam um total de 31 milhões de cópias vendidas.

Img_normal
O Baixaki Jogos não poderia deixar essa data passar em branco e, claro, no aniversário de Metal Gear quem ganha o presente é você. Elaboramos este artigo especial com um pouco da história e fatos curiosos sobre a série. Venha conosco nesta jornada e relembre os grandes momentos do agente Solid Snake e dos demais protagonistas.

O começo de Metal GearE da treta com a Outer HeavenO primeiro episódio da série Metal Gear para o NES, versão que foi liberada depois da original para o MSX, foi um pontapé brilhante. A começar pela história, que é pelo menos genial se considerarmos que pouquíssimos títulos da época traziam algo tão bem elaborado.

O ano era 1995 e o agente Gray Fox foi enviado para neutralizar uma arma de destruição em massa da Outer Heaven — organização que pretende se impor como superpotência mundial. A FOXHOUND perde contato com o veterano e, então, envia o novato Solid Snake para resgatar Gray Fox.

Fonte: Reprodução/Wikipedia
Quando Snake chega à base da Outer Heaven, no Sul da África, ele descobre que Metal Gear é o nome secreto de um tanque bípede que pode disparar projeteis nucleares para qualquer local do mundo. As responsabilidades de Snake aumentam e ele vai precisar da ajuda do engenheiro que criou o Metal Gear para descobrir uma forma de neutralizar a ameaça.

Claro, como você deve imaginar, a história não acaba no primeiro jogo. Hideo Kojima expandiu o enredo da série com mais um jogo para o MSX2 — lançado somente no Japão. Na segunda aventura, uma nova arma chamada Metal Gear D ameaça a segurança mundial. Snake precisa acabar com o robô e salvar um cientista que criou uma forma barata de explorar o petróleo.

Conquistando toda uma geração

Depois de oito anos, a Konami finalmente liberou um título para dar continuidade à história. Metal Gear Solid foi lançado em 1998 somente para o PlayStation. O jogo surpreendeu com gráficos de belíssima qualidade, cenas animadas para ligar as situações do enredo, trilha sonora orquestrada e dublagem dos personagens. Simplesmente, uma obra de arte!

Fonte: Reprodução/Wikipedia
Com MGS, a Konami conseguiu conquistar toda uma geração de fãs, muitos dos quais nem sequer haviam experimentado os games do MSX2. Solid Snake é recrutado pelo Coronel Roy Campbell para deter Liquid Snake, um mercenário que atua sob o comando da FOXHOUND e ameaça a segurança dos EUA.

Além disso, Snake deve resgatar alguns inocentes e combater o Metal Gear REX. Neste primeiro game tridimensional, Kojima introduz alguns personagens que ganham notoriedade na série. Revolver Ocelot, Liquid Snake, Natasha, Meryl e outros tantos são nomes que ficam gravados na história e surgem posteriormente na série. O GameCube ganhou um remake com o título Metal Gear Solid: The Twin Snakes.

Três anos depois de MGS, Hideo Kojima dá sequência à série com Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty, um jogo, a princípio, exclusivo para o PlayStation 2. Posteriormente, Uma versão estendida foi lançada para Xbox e Windows. Este é o primeiro game em que Snake deixa de ser o protagonista. O novato Raiden assume o comando da missão.


O recruta selecionado pelo Coronel Campbell foi incumbido de resgatar o presidente dos Estados Unidos, James Johnson. Ele é enviado até uma instalação de tratamento marítimo, local em que o grupo terrorista Sons of Liberty mantém Johnson como refém. Lá, Raiden deve salvar os prisioneiros e eliminar os membros da SoL.

Com a ajuda de Iroquois Pliskin, Raiden terá de enfrentar os membros terroristas da unidade Dead Cell, ou seja, Fortune, Fatman e Vamp — este último que se tornou um ícone da série. No segundo jogo para a família PlayStation, personagens importantes marcam presença, como Solidus Snake, Revolver Ocelot e Liquid Snake.

Ajustando a cronologia

Até MGS2, a série de Kojima seguia uma cronologia e apresentava nexo entre os tantos acontecimentos. Em 2004, com a chegada de Metal Gear Solid 3: Snake Eater, tivemos a oportunidade de conhecer o começo de tudo.

Img_normal
O personagem principal agora é Naked Snake, agente da CIA que é enviado à União Soviética para resgatar Sokolov — cientista responsável pelo desenvolvimento de um tanque nuclear chamado Shagohod. O game conta com duas missões: Virtuous Mission e Operation Snake Eater.

Neste episódio, conhecemos o jovem Ocelot e EVA, uma agente que ajuda Naked Snake. Além deles, Kojima mostra The Boss (ex-mentora de Snake e líder da Unidade Cobra) e o Coronel Volgin. O game ganhou grande destaque pelos gráficos de alta qualidade e, principalmente, por esclarecer o papel de diversos personagens da série. Existe também o remake Metal Gear Solid 3D: Snake Eater para o portátil Nintendo 3DS.

Para dar mais consistência à história, a Konami lançou, em 2006, uma continuação de Snake Eater. Metal Gear Solid: Portable Ops foi o primeiro jogo da série para o console portátil PSP — não consideramos aqui os dois Metal Gear Acid, pois eles não seguiam a mesma jogabilidade e não traziam novidades diretas ao enredo.

Eu não sou um herói, nunca fui...Nunca serei!Finalmente, em 2008, Kojima lança um dos títulos mais aclamados do PlayStation 3. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots veio para colocar fim à saga. Solid Snake volta a ser o protagonista, porém, agora muito mais velho, ele assume o codinome Old Snake. O jogo foi tão importante que a Sony criou um Bundle limitado para vender o console junto com o título.

Img_normal
O game futurista aproveita diversos recursos do PlayStation 3 e leva o jogador a desfrutar de um título absurdamente bem elaborado. Durante o game, você deve usar o bom e velho estilo de espionagem, mas é possível usar alguns acessórios, como uma camuflagem de alta tecnologia e um robozinho chamado Metal Gear Mk. II.

A história de MGS4 dá continuidade aos eventos de MGS2. O jogo começa no Oriente Médio e Solid Snake é enviado para lá com a missão de destruir Liquid Ocelot, líder da Outer Heaven. O game foi memorável por trazer diversos inimigos de jogos anteriores e por usar ambientes apresentados no passado.

Img_normal
Tudo poderia acabar do jeito que estava, mas, em 2010, Hideo Kojima presenteou a todos com o belíssimo Metal Gear Solid: Peace Walker, outro jogo exclusivo para PSP — ele foi relançado no Metal Gear HD Collection para PS3, Xbox 360 e Vita. Peace Walker conectou os fatos entre Portable Ops e o MGS do PlayStation. No game, Naked Snake fica conhecido como Big Boss.

Para finalizar, não poderíamos deixar de citar o game que vai trazer Raiden de volta à ativa. Apesar de não seguir o estilo de espionagem proposto na série MGS, Metal Gear Rising: Revengeance propõe um combate mais rápido e ação do começo ao fim com a espada do ciborgue. Testamos o jogo na E3, portanto, confira a prévia para saber como foram nossas primeiras impressões.

Img_normal
Enfim, se você é um fã da história, sabe que nosso texto foi um pouco superficial, mas queríamos apenas lembrar os tantos episódios desta série fantástica. Vale lembrar que Hideo Kojima anunciou o desenvolvimento de Metal Gear Solid 5, portanto, podemos aguardar mais um grande episódio — quem sabe até para a próxima geração de video games.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!