Assim como acontece com qualquer evento, a E3 2012 teve seus altos e baixos – e, às vezes, alguns mais altos e mais outros baixos do que o normal. Confira alguns dos momentos mais embaraçosos, vergonhosos ou simplesmente ruins da conferência.

Os piores momentosAs grandes vergonhas do eventoWonderbook

De todos os itens da lista, este definitivamente merece o prêmio de pior momento de toda a E3. O livro de realidade aumentada que “transforma” o PlayStation Move em uma varinha mágica não funcionou durante a primeira parte da apresentação, resultando em vários minutos de puro tédio até que tudo fosse corrigido.

Mas não pense que o Wonderbook acabou revelando algumas características interessantes depois que os problemas acabaram, muito pelo contrário. Mesmo o conteúdo exclusivo criado pela autora de Harry Potter não foi suficiente para tornar o livro menos sem graça, já que tudo que ele mostrou foi uma série de contos infantis e efeitos especiais de magias nada impressionantes.

Que comece a vergonha alheia!

Não é mais novidade para ninguém: sempre que temos um evento de games, vemos os apresentadores fazerem macaquices das mais bizarras, e nesta E3 não foi exceção – Satoru Iwata e seu cacho de bananas que o diga. E não é preciso mencionar as gafes cometidas pelos japoneses na tentativa de falar inglês.

Exemplos de momentos embaraçosos não faltaram durante o evento. Ainda na conferência da Nintendo, tivemos Reggie Fils-Aime usando o Wii U para transformar seu rosto em um zumbi, com ajuda da realidade aumentada; ideia que não deu muito certo, já que a imagem ficou completamente torta.

Já na conferência da Ubisoft, tivemos Aisha Taylor, a atriz que apresentou o evento da empresa e que foi fonte de alguns dos comentários mais vergonhosos da história da E3. Você duvida? Então que tal quando Aisha declarou que todas as mulheres são “um pouco gays”? Ou o momento em que, depois do trailer de Rayman Legends, ela disse que não tinha ideia alguma do que estava acontecendo no game?

Os jogos de dança merecem uma menção especial: se Usher fazendo sua coreografia para o Dance Central 3 não for suficiente para deixar você com vergonha, ver os dançarinos apresentando o novo Just Dance 4 certamente dá conta do recado.

Move Racing Wheel

Não importa o quão bom o novo acessório do PlayStation Move seja, não há como negar que seu design é muito estranho (para dizer o mínimo). E parece que a própria Sony ficou com vergonha do aparelho, uma vez que tudo o que vimos do Move Racing Wheel durante a E3 foi uma breve imagem dele no telão da empresa, durante sua apresentação.

Fonte: Divulgação/Sony

Wii U Pro Controller

Muitos devem estar pensando que a presença do novo controle do Wii U nessa lista pode ser um tanto imprópria – afinal, ele parece bonito e confortável de segurar. Mas você provavelmente deve ter percebido a semelhança do dispositivo com um certo acessório do console da Microsoft... O que é isso Nintendo, a gigante famosa por inovar copiando seus concorrentes?

Fonte: Reprodução/Nintendo

Os jogos que não bombaramAqueles que decepcionaram por algum motivoNintendo Land

O que deveria ser apenas mais uma coleção de mini games no maior estilo de Wii Sports acabou se mostrando uma terrível tortura para aqueles que presenciaram a conferência da Nintendo.

Img_normal
A equação para conseguir tamanha crueldade foi simples: junte vários jogos simples nos quais quase nenhum gamer tem interesse a uma longa e tediosa descrição de cada um dos mini games presentes na coletânea e você tem uma tortura sem igual para os gamers. O sofrimento foi tanto que muitas pessoas simplesmente começaram a deixar a conferência antes da hora.

PlayStation All-Stars Battle Royale

Img_normal
Assim como foi o caso do Wii U Pro Controller, o jogo com o nome mais longo do mundo dos games entra na lista não por sua qualidade, mas pelo fato de ele ser uma cópia descarada de Super Smash Bros. Nem mesmo a presença dos novos lutadores Nathan Drake e Big Daddy foi suficiente para deixar o público animado durante a conferência.

Os jogos que fizeram faltaTítulos que ficaram de fora do eventoAntes do evento, cada gamer tinha uma lista de jogos do que gostariam de ver na E3. E embora alguns obviamente não fossem aparecer, outros muitos esperados simplesmente não tiveram presença, ao contrário do que muitos acreditavam. Foi o caso da Rockstar, que não compareceu ao evento – logo, não tivemos informação alguma de GTA V.

Img_normal
The Last Guardian e o novo episódio de Half-Life foram outros dois casos que eram muito esperados, mas que não tiveram qualquer menção no evento. Ao menos já haviam confirmado que esses títulos ficariam de fora da E3 antes...

Além disso, os fãs da Nintendo tiveram motivos de sobra para ficarem indignados. Onde estão Star Fox, Kirby, Metroid ou os novos Smash Bros. e Zelda HD? Infelizmente, a empresa se limitou a mostrar apenas o New Super Mario Bros. U, que trouxe o mais do mesmo que tanto conhecemos do encanador bigodudo.

Img_normal
Sem PS Vita para você

Quem estava esperando ver novos títulos exclusivos para justificar a compra do poderoso portátil da Sony pode ficar chupando o dedo. Tudo que tivemos para o aparelho foi uma série de games que ou já haviam sido anunciados anteriormente ou eram ports do PS3.

Wii U e seus segredosPra quê tanto mistério, Nintendo?A Nintendo já é bem conhecida por esconder dados de seus produtos o máximo possível, mas parece que ela realmente quer manter o mistério no caso do Wii U. Isso porque, mesmo a poucos meses do lançamento do console, a empresa ainda continua revelando informações sobre ele em doses homeopáticas.

Fonte: Baixaki Jogos
Um bom exemplo disso são as especificações do aparelho, lançadas oficialmente pela Nintendo: tudo que ela mostrou foram dados que já sabíamos, como a resolução de 1080p do console ou a presença de conexão Wi-Fi. Quanto às configurações que realmente esperávamos, como o processador e a placa de vídeo utilizados pelo Wii U, a empresa se limitou a dizer a marca das peças.

Por fim, o preço e a data de lançamento do aparelho continuam uma incógnita. Ao menos ela disse que o console chega no fim do ano; o que quer dizer que podemos esperar o Wii U ainda em 2012.

Podia ser pior...

Entre erros e acertos, a E3 2012 pode não ter sido o melhor evento de games da história, mas, por sorte, a quantidade de bons anúncios superou em muito o número de momentos ruins ou embaraçosos. Resta a nós torcer que da próxima vez o evento seja mais divertido; ou que ele ao menos não tenha mais um “Wonderbook” para nos assombrar.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!