Tudo começou com um inofensivo rumor de que a Nintendo já estava trabalhando em um sucessor para o Wii. Conversas sobre o suposto “Wii 2” pipocam pela internet de tempos em tempos, especialmente nas datas próximas de grandes eventos da indústria, como a GDC ou a E3. Assim, quando boatos sobre o novo console da “Big N” voltaram a emergir na rede, poucos realmente acreditaram que poderia ser verdade.

Em tempo, fomos seguindo uma trilha de migalhas digitais deixadas pelo “Project Butterfly” ao longo da GDC. Segundo o burburinho que corria pela feira, o console que a Nintendo estava desenvolvendo seria o tão aguardado Wii 2 e teria um hardware diferenciado.

Quando todos acreditavam que tudo não passava de “fofoca”, uma nova leva de cochichos virtuais  espalhou as possíveis especificações técnicas do console, que agora passava a ser conhecido como Project Café. De acordo com os boatos, o console teria uma estrutura similar a do Xbox 360 e um hardware mais poderoso do que o do PlayStation 3.

O falatório não para e a cada dia algo novo desponta na internet. Conjecturas, imagens e fontes misteriosas sugerem uma série de configurações e apontam para um aparelho realmente inovador — do jeito que a Nintendo gosta.

Agora, com o início da E3 2011 se aproximando, o que parecia uma série de boatos infundados começa a ganhar formas cada vez mais concretas, mas o que é verdade e o que é rumor? O Baixaki Jogos coloca o Project Café no microscópio e analisa tudo o que já sabemos sobre o novo console da Nintendo.


Electronic Entertainment Expo 2011Todos os caminhos levam à E3

A história do Project Café começou a ficar relevante quando a Nintendo veio a público e finalmente confirmou que estava trabalhando em um sucessor para o Nintendo Wii e que o novo console estaria presente na E3 deste ano. De acordo com um memorando oficial da empresa, a plataforma apelidada de Project Café será apresentada oficialmente durante a conferência da Nintendo na E3 e deve chegar às lojas na metade de 2012 (durante o ano fiscal de 2013).

Como se isso não fosse suficiente, o memorando da companhia também revelou que a plataforma estará disponível para testes durante a feira que acontecerá entre os dias 7 e 9 de junho, em Los Angeles. A palestra da Nintendo — agendada para o primeiro dia da feira — deve revelar vários detalhes do sistema, como suas especificações técnicas e o que as desenvolvedoras estão preparando para o lançamento do console.

Satoru Iwata, presidente da Nintendo do Japão, explicou que as desenvolvedoras não conseguiam mais surpreender os jogadores com o Wii e já está na hora de tentar algo novo. Satoru Iwata ainda esclareceu o Project Café só deve chegar às lojas em maio de 2012.

Enquanto isso, Shigeru Miyamoto — responsável pela divisão de análise e desenvolvimento da Nintendo do Japão — também confirmou a existência do console, mas não comentou sobre as possíveis configurações da plataforma. Todavia, o lendário designer de jogos deu a entender que onde há fumaça, há fogo.

Assim, apesar da enorme quantidade de rumores e especulações, essas são as únicas informações confirmadas até o momento. O Project Café estará presente na E3 — com versões de teste disponíveis para todo o público — e só deve ser lançado no segundo trimestre de 2012.

Isto, isso e aquiloFrankenstein eletrônico

Por enquanto, é isso que sabemos sobre o Project Café, o que não significa que não podemos sonhar como fãs de vídeo games e tecnologia. Um dos pontos mais controversos e recorrentes sugere que o hardware da nova plataforma será mais poderoso do que as configurações presentes na atual geração de consoles.

Na verdade, não há muita controvérsia nessa afirmação, se o Project Café é, de fato, o sucessor do Nintendo Wii, nada mais natural do que apresentar uma configuração técnica superior. Quanto a sua comparação com os outros video games da sétima geração a briga pode até ser mais acirrada, no entanto, o fato do Project Café inaugurar a “oitava geração” não significa que ele será o mais poderoso de todas as plataformas.

Será este o Project Café?

  • Na palma da mão

Um boato que aparece com frequência, e que vem chamando a atenção dos jogadores, diz respeito ao suposto controle do Project Café. De acordo com fontes não reveladas e imagens misteriosas, o controlador da plataforma seria um misto de Wii Remote e Tablet.

Se a boataria estiver correta, o controle trará uma tela sensível ao toque embutida. Todavia, ninguém sabe se isso é verdade e como será o desenho desse acessório. Ainda não está certo se o controle terá manches analógicos, direcional digital, botões de face ou até mesmo se terá captura de movimentos. Na mesma linha, também se especula sobre a possibilidade do controle trazer uma câmera e da capacidade de realizar “stream” de conteúdo diretamente no periférico.

Outro rumor que acompanha o Project Café desde a primeira vez em que se falou no console é a suposta retrocompatibilidade da plataforma. De acordo com os boatos o console será capaz de rodar títulos do Nintendo GameCube e do Wii.

A retrocompatibilidade é um sonho de consumo dos jogadores nos consoles de sétima geração e, por incrível que pareça, o único vídeo game que realmente oferece esta funcionalidade é o Wii, assim, não seria nada estranho que o Project Café também trouxer algo semelhante. Além disso, se o controle realmente possuir uma tela sensível ao toque, talvez essa compatibilidade também se estenda aos jogos do Nintendo DS.

E não para por ai, “revelações” de um site sueco (Loading) afirmam que suas fontes dentro da Nintendo, confirmaram que o nome do console será Nintendo Feel (algo como “Sensação”). O nome seria uma referência a duas funcionalidades da nova plataforma: uma touchscreen capaz de alterar sua textura e uma nova versão do Wii Vitality Sensor.

A tecnologia da tela com textura variável já existe e se for aplicada ao controle do Project Café, servirá para aumentar a imersão do jogador, recriando a superfície de determinados objetos. Já o Wii Vitality Sensor é o acessório que registra os batimentos cardíacos do jogador durante as partidas apresentado pela Nintendo, mas que ainda não foi muito utilizado pela empresa.

  • Jogatina em alta definição

Recentemente, novos boatos sugeriram que o Project Café não possuirá um disco rígido físico, mas uma unidade de memória flash com capacidade de 8 GB. Apesar do espaço limitado, a opção pela memória SSD não é? totalmente estranha, mesmo porque esse formato é considerado mais rápido que o HDD tradicional.

Na mesma linha de rumores técnicos, várias fontes misteriosas afirmam que o console terá um poderio gráfico considerável e poderá reproduzir visuais em alta definição (HD). Isso significa que o console terá suporte para jogos com resoluções de 1080i e 1080p.

Esses rumores são complementados por outra especulação, a de que o console terá um tocador Blu-ray. Na verdade há alguma controvérsia até mesmo entre os “fofoqueiros” virtuais. Alguns afirmam que a Nintendo trabalha em um novo formato de disco próprio — semelhante ao Blu-ray — com capacidade de 25 GB, enquanto outros dão como certa a utilização da mesma tecnologia utilizada pela Sony no PS3.

  • Jogos, jogos e mais jogos

De que adianta ter um carro possante se o tanque está vazio? Assim, ao que tudo indica, várias desenvolvedoras já estão trabalhando em títulos que serão lançados junto com o Project Café. Capcom, Konami e Square Enix são velhas parceiras da Nintendo e certamente já estão preparando grandes jogos para o novo console.

No entanto, foi sugerido que a nova plataforma deve receber títulos voltados para os jogadores mais “dedicados”, os famosos jogos hardcore. Assim, pipocaram rumores de que a Rockstar estaria preparando grandes novidades para o Project Café e para o Nintendo 3DS.

Na mesma linha, rumores indicam que a Retro Studios — a mesma de Metroid Prime e Donkey Kong Country Returns — estaria envolvida com um novo Eternal Darkness, título que fez sucesso no GameCube. No entanto, nesse boato já é mais difícil de acreditar, afinal, a franquia pertence à Silicon Knights, estúdio que certamente não abrirá mão facilmente de uma licença tão interessante quanto a de Eternal Darkness.

Enquanto isso, também foi aludido que The Legend of Zelda: Skyward Sword não chegaria ao Nintendo Wii e seria lançado diretamente para o Project Café. Outra especulação duvidosa, afinal, a versão demonstrativa do jogo apresentada na última E3 estava rodando no Nintendo Wii. Além disso, Skyward Sword pode ser o “canto do cisne” do Wii, que vem perdendo mercado para o Xbox 360 e PlayStation 3.

  • Espere o inesperado

No final das contas o Project Café ainda é um grande mistério que só deve ser revelado durante a próxima E3. Todavia, mesmo que alguns rumores pareçam infundados quando o assunto é Nintendo, tudo é possível.

A empresa sempre foi reconhecida pela sua capacidade criativa, portanto, qualquer boato pode ter algum fundamento. Do saudoso “Nintendinho” até o 3DS uma coisa permanece constante: a capacidade da “Big N” de entregar produtos inovadores e de qualidade.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!