*

FICHA TÉCNICA
  • DATA DE LANÇAMENTO
    28/09/2010 - PS3, PC, Xbox 360, PS2, DS, PSP
    04/10/2010 - Wii
  • DESENVOLVEDORA
    Electronic Arts Canada
  • Distribuidora
    Electronic Arts Sports
  • Classificação Etária
    Para maiores de 6 anos
  • Online
  • Número de Jogadores
    1-22

Uma das melhorias mais notáveis trazidas para FIFA 11 diz respeito à nova injeção de realismo e personalidade nos modelos dos jogadores. A diretiva principal aqui parece ser: se cada jogador possui um visual particular, um estilo particular e, por fim, uma forma única de se portar em campo, vamos fazer com que isso se reflita nos video games.

A fim de conferir um toque a mais na criação do “avatar digital” do jogador, a equipe de produção de FIFA 11 avaliou mais de 30 atributos para cada um, incluindo ainda um número similar de características pessoais — como a habilidade para passes longos, passes especializados e por aí vai. A ideia é fazer com que os jogadores em pixels se comportem e joguem como suas contrapartes de carne e osso.

Alguns jogadores mantém a bola próxima dos pés, e correm em passos curtos. Outros driblam com chutes e passadas mais longas. A EA sabe disso, e, portanto, acrescentou também essas dimensões a fim de produzir jogadores em pixels mais convincentes. No mais, craques como Ronaldinho Gaucho e Lionel Messi ainda trarão para os video games seus dribles mais conhecidos.

Outra chave para tornar o realismo de FIFA 11 mais pronunciado é o chamado “work rate”. Basicamente, a EA foi capaz de emular com mais fidelidade o comportamento dos jogadores controlados pelo computador. Isso vai controlar as investidas do jogador; se ele vai na bola assim que a oportunidade aparece, ou se espera mais um pouco — o que ajuda bastante na hora de criar uma tática.

Comentários ()