*

FICHA TÉCNICA
  • DATA DE LANÇAMENTO
    Indefinida - PS3, Xbox 360, PC
  • DESENVOLVEDORA
    Spiders
  • Distribuidora
    Não informado(a)
  • Classificação Etária
    Não informado(a)
  • Offline
  • Número de Jogadores
    Não Informado
Mars é uma empreitada da obscura desenvolvedora Spider, que traz juntamente com o futuro negro da humanidade um verdadeiro sincretismo entre elementos de RPG e “beat ‘em up” (pancadaria sem muito propósito). A aventura traz um ambiente já bastante familiar entre os jogos passados em ambientes pós-apocalípticos: revoltas, tensão política e várias convulsões sociais — o que acaba dividindo o que restou da humanidade em dois desesperados grupos antagônicos.

Centrado no Planeta Vermelho (Marte), Mars se propõe ainda a reinventar o estilo RPG trazendo uma experiência de jogo mais intuitiva e rápida, acrescentando ainda uma ampla variedade de fases de ação. Mars colocará o jogador no papel de dois personagens possíveis. Seth é um soldado de elite que tende a resolver tudo com quantias iguais de brutalidade e atletismo. O seu avanço no jogo deve ainda garantir o aprendizado de vários ataques especiais assim como o manuseio de novas armas.

Por outro lado, Pandora é uma “technomancer” (tecnocrata?) que manipula fluidos com suas luvas catalisadoras, produzindo magias verdadeiramente devastadoras. Embora sigam um curso similar na história do jogo, ambos os personagens contam com histórias próprias, o que permitirá ter visões diferentes do “status quo” do Planeta Vermelho. Enfim, a velha sobreposição de força e agilidade.

Um dos grandes diferenciais de Mars é que vários elementos da arquitetura dos cenários são armas em potencial. Até mesmo a luz do sol poderá ser de vital importância no desfecho de uma luta, com placas de metal que podem ser dispostas para refletir os raios (contando aí com a falta de atmosfera de Marte), ou simplesmente empurrando os inimigos para fora da proteção das sombras — sempre tomando o devido cuidado para não deixar o seu próprio personagem exposto, é claro.
Comentários ()