*

FICHA TÉCNICA
  • DATA DE LANÇAMENTO
    31/10/2006 - PC
  • DESENVOLVEDORA
    Obsidian Entertainment
  • Distribuidora
    Atari
  • Classificação Etária
    Não informado(a)
  • Offline
  • Número de Jogadores
    1-4
Neverwinter Nights 2 é um RPG que tem como cenário o incrível mundo de Forgotten Realms, mais especificamente a região de Neverwinter. Mas a trama não se limita a narrar os eventos que se passam nessa cidade, afinal ela explora de maneira adequada a riqueza de detalhes e personagens existentes neste incrível mundo, desenvolvido originalmente para servir de suporte para aventuras de RPG de mesa.

O enredo tem como base um senhor do mal que ameaçara outrora a terra do protagonista. Este, por sua vez, é criado sob os auspícios de um mestre e cresce de maneira bastante tranqüila em sua região até que o perigo voltasse a assolar a cidade. Com isso, a trama se fecha através de uma inusitada ligação do jogador com o possível retorno desse mal e posse do herói de um artefato único, capaz de causar sérios problemas à humanidade caso caia nas mãos erradas.

Ao contrário do que se pode supor, não há uma continuação do enredo de Neverwinter Nights 1, sendo que o próprio desenvolvimento do jogo ficou ao encargo de uma softhouse diferente do primeiro game, a Obsidian Entertainment, empresa que foi criada após o fim da Black Isle Studios, esta última responsável pelo renomado títulos Baldur's Gate e Icewind Dale, RPGs que também tem sua história construída em cima de Forgotten Realms.

Quanto à jogabilidade, esta foi adaptada de maneira bastante coerente das regras do RPG de mesa Dungeons & Dragons, mais especificamente a versão 3.5. Para os que não estão acostumados, não há problema pois, apesar de parecer um tanto complicada no começo, o inventário, sistema de magias e comandos de um modo geral se mostram bastante intuitivos e amigáveis. O mesmo não se pode dizer da inteligência artificial e dos gráficos, dois pontos bastante falhos no jogo, onde mesmo os patches(correções) não foram capazes de corrigir algumas falhas, mostrando que há defeitos estruturais na programação do game.

A experiência final, mesmo com algumas deficiências técnicas e alto requerimento de hardware, é bastante gratificante, especialmente para aqueles que apreciam muitos diálogos e um enredo intrincado, desenvolvido de maneira bastante envolvente e cativante.
Comentários ()