Crysis 3 está criando uma expectativa altíssima no mundo dos games, devido às modificações que a Crytek fez com o uso da CryEngine 3. Quem acha que é um pouco de exagero falar que a apresentação visual estará mais monstruosa ainda do que nos dois primeiros games não precisa ficar absorto em indagações e especulações meramente abstratas.

O site games.on.net publicou um vídeo divulgado pela Crytek que vai sanar a sua curiosidade e mostrar que Crysis 3 trará um potencial gráfico de altíssimo nível. O chefe da desenvolvedora, Cevat Yerli, disse ao site VG24/7 que está encantado com o que a nova engine é capaz de fazer.

Para exemplificar o poderio do refinado motor gráfico, o vídeo da Crytek mostra os seguintes recursos técnicos:

  • Real-Time Volumetric Cloud Shadows: as sombras, quando encontram substâncias líquidas ou gasosas, se adaptam de maneira a contornar os objetos.
  • Pixel Accurate Displacement Mapping: para entender melhor a diferença que esse recurso proporciona, a empresa mostra uma mesma imagem com ele ligado e depois com ele desligado. O detalhamento dos pixels aumenta de maneira absurda, dando muito mais volume às raízes demonstradas.

  • Tesselated Vegetation: para comprovar a alta capacidade de resolução, cada parte da vegetação foi criada individualmente, assumindo formas, tamanho e envergadura real, que recebem um aumento progressivo no número de polígonos, de acordo com a proximidade da câmera com o objeto.
  • Composite 3D Lens Flares & FX: o jogo é reproduzido por uma espécie de câmera real, que transmite tridimensionalmente todas as interações com a luminosidade existente no cenário.
  • Procedural HDR Flares and Shapes: a mesma coisa, só que o efeito acontece com a troca de ambientes; quando as luzes externas ou da iluminação interna dos locais atingem um objeto, o HDR simula o efeito da íris dos olhos.
  • 3rd Generation Real-Time Global Illumination: a CryEngine3 utiliza efeitos novíssimos de iluminação, já pensando no poderio de hardware da próxima geração.

  • Dynamic water Volume Caustics: a interação do volume de líquidos muda em tempo real de acordo com as características dos objetos que se relacionam com ele; por exemplo, o animal emergindo e submergindo na água gera alterações em todo o ambiente.
  • Real-Time Volumetric Fog Shadows: as sombras geradas pela neblina são geradas em tempo real, conforme o ângulo que você esteja apontando a câmera.
  • Real-Time Area Lights: foco de luz emitido por um ponto de iluminação não é maior do que o seu tamanho máximo; parece redundante, mas isso quer dizer que a iluminação não transcende o tamanho máximo do foco e as áreas que estiverem fora dele ficam escuras.
  • Unlimited Particle FX Lighting: as partículas iluminadas emitidas por faíscas ou explosões tem iluminação própria individual e apagam ou aumentam o brilho de acordo com a interação com o ambiente.
  • Integrated Cloth & Vegetation Simulation: os aspectos físicos que as características acima permitem que sejam gerados são respeitados ao menor contato com o vento; isso vale tanto para as vegetações, destaque para a cena do helicóptero pousando quanto para os objetos de teciso sendo manipulados pela corrente de ar.

  • Top Secret Tessellated Toad Tech: para finalizar, a Crytek demonstrou uma técnica própria, ainda desconhecida pelos demais desenvolvedores, que a permite abusar da quantidade de pixels utilizada no sapo mostrado no vídeo; essa tecnologia certamente será um diferencial para a próxima geração.

Podemos notar que a Crytek está seriamente visando a pro´xima geração de consoles e de hardwares. A parte que mais chamou nossa atenção foi o helicóptero fazendo as plantas se mexerem de maneira real. É um grande salto na tecnologia gráfica e, certamente, temos expectativas enormes quanto ao que está por vir.

Crysis 3 chegará ao mercado de games em fevereiro de 2013 para PC, PlayStation 3 e Xbox 360. Até lá, teremos que nos contentar apenas vendo os vídeos.

Fontes: games.on.net, VG24/7

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!