God of War pode ser considerado um dos jogos mais violentos da atualidade, mas, segundo o diretor de design da Sony Santa Monica, David Hewitt, a regra geral é nunca glorificar os atos sangrentos realizados por Kratos. Segundo ele, a desenvolvedora segue um conjunto de regras claras que permeia desde a animação dos personagens até os golpes, magias e trechos da história do game.

Uma norma geral, por exemplo, é nunca fazer com que Kratos pareça estar gostando da violência. Para Hewitt, o personagem está sempre em busca de vingança e dilacerando inimigos pelo caminho, mas não está feliz com nada disso. Ele não se glorifica pela violência e faz dela apenas um meio para um fim.

A violência contra a mulher também é um assunto importante para a Sony Santa Monica, que sempre é abordado com muita cautela pelos desenvolvedores. Segundo Hewitt, esse é o tipo de polêmica na qual a empresa não quer se envolver. Ainda assim, o diretor garante que God of War: Ascension terá sua cota de momentos “desconfortáveis”.

O game chega ao PlayStation 3 no ano que vem.

Fonte: CVG

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!