Img_normal
O comissário da polícia australiana Andrew Scipione possui um posicionamento claro quanto à violência presente nos jogos: para ele, os crimes com porte de facas vêm aumentando consideravelmente entre os jovens especialmente por esses terem contato com games em que a violência parece aceitável, já que ações como homicídio e roubo chegam a ser recompensadas.

A declaração do comissário, feita ao The Telegraph, da Austrália, ainda aborda como tais jogos e o costume de passar horas jogando algo violento deixam os jovens mais insensíveis. Por causa disso, muitos têm desenvolvido a consciência de que, na vida real, eles não estão somente preparados para carregar uma faca, mas também para utilizá-la.

Scipione ainda afirma que chegou à conclusão de que não há nada mais potencialmente prejudicial do que o tipo de violência que está sendo exposta em filmes e jogos. Ele acredita que tais mídias afetam consideravelmente os adolescentes que estão crescendo em uma era na qual ser violento é quase louvável, e que a prática do crime virtual nos jogos tornou-se um costume diário.

Tais comentários do comissário de polícia tiveram como base alguns casos envolvendo jovens na Austrália, que se envolveram com assassinatos e prisões em uma série de ataques com facas.

Fonte: The Telegraph

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!