Img_normal

Warren Spector declarou que achou que as partes mais interessantes de cada uma das conferências da Electronic Entertainment Expo deste ano não tiveram nada a ver com os games. E o criador de Deus EX também alertou que, quando os títulos são a parte menos interessante de uma feira de video games, certamente há algum problema.

Em entrevista ao site GamesIndustry International, Spector citou o exemplo de que ele fica preocupado quando uma das conferências se volta à interface de um console como o Netfilx. “Ninguém sabe o futuro dos games; ninguém”, diz o designer da Disney Interactive, que alega que o que torna mais estranho o fato de o foco da feira ter se desviado dos jogos é que estamos em plena “era de ouro” da indústria.

“Em um tempo em que Notch pode chegar e fazer Minecraft, Jon Blow pode fazer Braid e eu posso fazer um game AAA do Mickey, qualquer coisa é possível”, explica Spector. Seria o futuro dos games feitos pelos jogos indies? Pela indústria esmagadora dos blockbusters? E com todas essas possibilidades em vista, o fato do mercado falar em interações “como o Netflix” deixa o designer criador de Epic Mickey sinceramente preocupado.

Fonte: GamesIndustry International

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!