Fonte da imagem: Reprodução/ VG 24/7Yasuhisa Kawamura, ex-escritor de cenários da Capcom, afirmou que a ideia por trás de Resident Evil 3 originalmente pertencia a um jogo paralelo à série principal. Porém, devido ao lançamento do PlayStation 2, a empresa foi forçada a mudar seus planos para que o título não chegasse tarde demais ao mercado.

A ideia original do terceiro capítulo da franquia envolvia um cruzeiro de luxo em que o personagem HUNK estava transportando uma amostra do G-Virus para a Umbrella. Porém, como o projeto só ficaria pronto no final do ciclo de vida do primeiro PlayStation, a empresa preferiu usar a ideia de um spin-off cujo desenvolvimento estava em um estágio mais avançado.

“Com a promoção súbita do jogo Gaiden, fui forçado a ampliar a escala do conteúdo apresentado. Inicialmente, a trama envolveria somente uma tentativa de escapar de uma Raccoon City infectada. Após discussões com o produtor e o diretor, foi decidido que, em vez de um personagem novo, Jill Valentine ia desempenhar o papel de heroína”, afirmou Kawamura ao site Project Umbrella.

Protótipo de Resident Evil 4

Embora não tenha participado da equipe responsável pela versão final de Resident Evil 4, o escritor de cenários trabalhou em alguns protótipos do jogo, conhecidos na internet pelo nome Resident Evil 3.5. Kawamura assumiu a responsabilidade pela versão conhecida como “Hook Man”, em que Leon deve se confrontar com criaturas assustadoras que fogem ao esquema padrão da série.

“Eu queria tornar Resident Evil 4 mais assustador e sugeri o uso de uma cena em particular do filme Possuídos, no qual a personagem principal (interpretada por Winona Ryder), enquanto lava as mãos em um banheiro, subitamente se descobre em um prédio abandonada em que um assassino está a solta. Uma versão modificada da ideia eventualmente se transformou em Hook Man”, explica.

Embora muito do projeto tenha sido utilizado como base para o primeiro Devil May Cry, Kawamura afirma que a decisão de jogar fora sua ideia e substituí-la por um cenário feito por Shinji Mikami causou muito desconforto. “Eu me senti muito triste. Você pode até mesmo dizer que eu estava envergonhado”, afirmou.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!