Img_normal

A Vigilant Defender, empresa responsável por um serviço de distribuição de jogos, decidiu combater a pirataria utilizando a própria pirataria. Para isso, a companhia utilizou uma cópia vazada deDeus EX: Human Revolution e a modificou para, então, lançar a versão alterada em sites de Torrent.

Segundo James Grimshaw, fundador da Vigilant Defender, a companhia alterou a versão vazada para que, após os primeiros níveis, o jogador fosse enviado para um questionário online. As questões dessa lista envolvem assuntos como downloads ilegais, sites de Torrent utilizados e perguntas sobre sistemas antipirataria.

De acordo com a própria Vigilant Defender, o resultado foi positivo, com muitos usuários comentando que pagariam até €14,49 pelo game. Além disso, a empresa criou uma conta no PayPal, prometendo que forneceria uma cópia do Torrent para qualquer um que fizesse uma doação.

A Square Enix, responsável pela distribuição do game, foi contatada pela Vigilant Defender para comentar sobre a polêmica atitude, mas a distribuidora ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colabore com o autor clicando aqui!